A "Vida" existente neste livro pode mudar a sua trajetória com Deus.

A "Vida" existente neste livro pode mudar a sua trajetória com Deus.
Você pode adquirir o livro pelo tel:021-7606-6263 ou e.mail:estrutura.religare@hotmail.com

Surfar me trouxe um grande ensinamento.

3 comentários - Post a comment

Se você desejar comentar qualquer um destes textos ou tirar alguma dúvida, basta clicar em "POST A COMMENT", digitar a sua pergunta, clicar em anônimo e publicar comentário.Assim que recebermos sua mensagem , colocaremos no blog ou enviaremos resposta ao seu e.mail, como você achar melhor.

Caro visitante, se sua igreja precisa de alguém para ministrar para casais e famílias, informo que estamos a disposição de todas as igrejas irmãs (que confessem a Cristo como Senhor e Salvador).O contato pode ser feito pelo nosso e.mail: pauloflecha1000@hotmail.com ou em nosso telefone 021 7606-6263.

Sta.Bárbara,Niterói, Rj.
Publicado em 09/Out/2008 às 22:54

Surfar me trouxe um grande ensinamento.

Um dia destes fiquei elaborando uma questão em meu coração que me levou a escrever este texto, me refiro a coração no sentido bíblico, que não enxerga ele somente como um orgão importante, mas sim o centro de nossas vontades e sentimentos. A reflexão girou em torno da frase abaixo:

“Porque será que Deus permite que tantas coisas difíceis aconteçam em nossas vidas?”

Partindo desta pergunta de caráter emocional, acabei chegando a afirmação abaixo que também é emocional:

“Tudo bem que aqui não é o céu para a vida ser um mar de rosas, mas também não é um campo de provas para que tenhamos tantas lutas”.

Independente da minha afirmação super emocional acima, a verdade é que muitos de nós acabam vivendo a vida como aqueles surfistas que quando caem da prancha , enfrentam sempre uma seqüência de ondas que tentam empedi-los de voltar a tona, e se neste momento eles não buscarem muita força, acabam sucumbidos pelo peso da água e o grande número de ondas que se apresentam em sequência.

Esta imagem, do homem lutando contra o mar, me fez lembrar da época em que eu colocava minha prancha no carro ás 05:00 da manhã, e buscava o mar dor Arpoador dando inicio a minha vida de surfista antes de ir para o trabalho. Lamento informar aos "colegas da classe" que minha carreira de surfista não foi muito longa, mas a prática do surf acabou me ensinando uma coisa muito importante:

“O tombo e a seqüência de ondas sempre me mantiveram consciente de como dentro do mar sou frágil e necessito buscar forças para manter minha vida. O mar é mais traiçoeiro com aquele que se permite ser enganado acreditando que é auto-suficiente”

Tenho descoberto que nossa natureza adâmica não só nos impulsiona para o pecado, mas também busca nos enganar de forma contínua sobre quem nós somos e o que desejamos no mar da vida.O engano talvez seja a forma mais sutil e ao mesmo tempo mais terrível que o mar da vida usa para destruir alguém. Ele é pouco perceptível aos olhos naturais,toma conta de nós aos poucos matando de forma lenta como a pressão alta. Quando percebemos os sintomas, restam poucos minutos de vida.

E isso acontece com muitas pessoas, quando principalmente na ausência de lutas, elas creditam a si o mérito de sua situação aparentemente confortável, seja na vida financeira, familiar, profissional e até ministerial. E com isso, parece que o temor de Deus se afasta e o mar deixa de Ter uma aparência que exige vigilância, e assim entra em cena o engano e à aproximação do afogamento.

Porque vivemos tantas lutas?

Talvez seja porque Deus na sua presciência sabe que sem tombo e seqüência de ondas, corremos o risco do "engano"chegar a nossa vida. Aos teólogos de plantão,ratifico que não estou com esta palavra criando uma doutrina para tudo de ruim que acontece conosco, mas como falei no início, estou só desenvolvendo e compartilhando com você uma idéia que brotou em meu "coração" e que pode servir de alerta para você que está angustiando com tantas lutas(ou ondas)sem entender, ou você que está sendo enganado sem perceber e pode ser surpreendido com o pecado arrombando a sua porta.

Se você se identificou com esse texto,se ele falou algo também ao seu "coração" , saiba que Deus te ama tanto que me fez escrever ele nesta noite, mesmo depois de Ter chegado cansado do trabalho e da igreja onde fui falar sobre o seguinte tema: “Como se destrói um casamento”. Não destrua o seu, não deixe o engano entrar em sua vida.

Que a Graça e a Paz de Nosso Surfista Maior, sejam com todos.

Pr.Paulo e Pra. Flávia Nogueira

 
This Post has 3 Comments Add your own!
Larissa - 13 de outubro de 2008 22:43

Esta mt bom, o texto,
nos ensina mts coisas!!!!
Que o Senhor continue iluminando vcs, para fazerem esses textos, q impactam mts pessoas!!!
Que Deus abençoe a vida de vcs.
Bjs e abraços

Anônimo - 10 de dezembro de 2008 11:48

SOU CASADA , EU E MEU MARIDO TRABALHAMOS NA IGREJA JUNTOS, NO MESMO MINISTERIO, ENTAO ESTOU CANSADA DE OUVIR CRITICAS SOBRE O QUE FACO, QUE E AREA MUSICAL.QUANDO FACO ALGO QUE DA CERTO, NAO OUCO ELOGIO, OU MELHR UMA PALAVRA DE INCENTIVO, MAS SE ERRO, AS CRITICAS SAO INEVITAVEIS.
ISSO FRUSTA BASTANTE NOS MULHERES, TEMOS UM TRABALHO LINDO, MAS MINHA CONCIENCIA NAO ME DEIXA TRANQUILA, POIS BRIGAMOS EM CASA, POS CAUSA DISSO, NAO CONCORDO COM ESSE COMPORTAMENTO, DEVIDO ELE TER CONHECIMENTO NESSA AREA, ESTOU PENSANDO EM SAIR DESSA AREA PARA VER SE A SITUACAO MELHORA ENTRE NOS DOIS.

Anônimo - 10 de dezembro de 2008 21:55

Querida irmã, reconhecer o trabalho das mulheres foi uma marca do ministério do Senhor Jesus e também do apóstolo Paulo.Quando a Igreja de hoje e os homens não conseguem enxergar este valor, com certeza o problema não está na visão de Cristo ou paulina, mas sim na visão humana.E os da nossa casa não estão livres de cairem neste erro, até mesmo os maridos.Sair do ministério talvez seja uma atitude muito radical, tente primeiro orar para ter uma conversa(não briga)com seu marido e abrir o seu coração para ele.O momento certo vc saberá quando o seu coração estiver preparado para ser muito humilde nesta conversa, quem sabe se está sua postura não traz a ele uma reflexão sobre o comportamento dele? Caso não funcione, ás vezes uma saida por um pequeno espaço de tempo, não de Cristo, mas do serviço específico da igreja, pode trazer mudanças, mas que tudo seja feito por amor a Cristo e ao casamento.Sirva seu casamento,até seu marido descobrir que ele também foi chamado para servir o casamento. Graça e Paz, Pastor Paulo Cesar.Ministério Religare.

Postar um comentário